Desconstruindo os muros 1

Desconstruindo os muros

Em P40 por perdidoaos40Leave a Comment

Estique seus braços ao redor de você, quase dá para tocar o muro de proteção que criou ao redor.

Empurre-o.

A vida só ira trazer tudo que pede quando você permitir.

Não adianta manifestar ao universo todas suas vontades se ao redor de ti existe uma barreira de proteção. Entregue-se.

Permita que tudo que te pertence venha para você.

Como?

Deixando, aceitando que merece, iluminando seu coração, sorrindo.Desconstruindo os muros 2

Relaxando a respiração a ponto de perceber que vida é muito mais do que todas as preocupações que sente e que vives.

Existe gente sorrindo por aí, talvez seu match perfeito, uma nova oportunidade aparecendo enquanto insistimos em focar na porta se fechando.

Aceite a situação e o estada atual e tudo bem com isso, assim você poderá lidar com o hoje e deixar que tudo que tiver que manisfestar em sua vida, em sua história, aconteça.

Desconstrua os muros que te cercam, muros de mágoas, rancores, medos, ansiedades, carências.

Manifeste em seu lugar o seu eu verdadeiro, faça aquilo que você gosta, toque em seu rádio mental a música que você quer ouvir, assuma-se.

Seus desejos de ter ou ser algo que não tem ou não é vem de uma carência e enorme vontade de aceitação misturado com a exigência que sofremos desde o dia que nascemos quando nos educam para sermos isso ou aquilo, a expectativa dentro de nós é enorme, achamos que seremos fracassados se não acumularmos bens, esse é o sentido de ser bem sucedido numa sociedade que vive em constante depressão por ter esquecido como ser feliz.

Desconstruindo os muros 3

Passaram então a fazer escolhas por dinheiro e não por amor.

Cure-se, ainda dá tempo. Abra-se para essa realidade que já existe dentro de cada um de nós e que muitos ignoram e ela vira uma dor, uma frustração ou até mesmo uma raiva acumulada beirando a violência em alguns casos e em doenças em outros.

Quando aconselho parar um pouco e respirar, quando digo para relaxar as tensões e observar o hoje, o agora, quando digo para seguirmos nossas vocações natas é quando o muro vai ao chão e assumimos a realidade de nossas almas, de ser quem você já é e sempre foi, assim transformaremos o mundo em um lugar realmente melhor para se viver.

Aí sim, estaremos construindo pontes no lugar de muros.

Perdido aos 40

Leave a Comment