Acumuladores 1

Acumuladores

Em P40 por perdidoaos406 Comentários

 

Antes eu acumulava e hoje eu apenas aprecio e se gostar muito eu tiro uma foto.

Hoje quando vou viajar tento levar o mínimo necessário, quando estou visitando um lugar novo e vejo aquelas lojas de suvenires eu não as compro, talvez um pequeno objeto, um cartão postal, nada que me impedira a passagem.

Uma vez comprei uma grande TV, parcelada claro, e toda vez que queria sair, viajar, eu pensava na parcela que precisava pagar e também que estaria perdendo um programa legal naquela enorme TV full HD.

Uma vez eu li uma história sobre um palestrante que chegou e apresentou um problema para todos que o assistiam;

– Tenho um vaso, esse vaso é caro mas ele me atrapalha, não combina com a sala, não fica bem e lugar nenhum e apesar de seu valor eu não gosto dele, preciso que encontrem uma solução para ele. Diversos grupos se reuniram procurando uma forma de solucionar o problema, pintar o vaso, mudar de lugar, redecorar a sala, mil ideias, até que uma pessoa chegou, olhou o vaso e perguntou:

– O vaso é caro?

Sim.

– Mas ele atrapalha?

– Sim.

Então ele chutou o vaso e o quebrou.

Todos ficaram pasmos, mas o palestrante abriu um sorriso pois encontrou a pessoa que solucionou o seu problema, podia ser caro, mas era um problema que já não existia mais.

Nossa vida é assim, podemos acumular coisas caras mas que na verdade só atrapalham, a cada segundo lançam um novo objeto melhor e queremos atualizar o que temos.

Ah! Já há o S no mercado e eu ainda não tenho!

Isso tudo vai ficar, mas a liberdade de colocar uma mochila nas costas e sair por aí nunca saíra de você, as experiências vividas, sentar numa praia, ter conversas profundas e engraçadas, suspirar depois de virar uma curva em uma nova cidade, sair com os amigos, amar, viajar ao lado de quem se ama, assistir a um por do sol fantástico num dia frio com uma paisagem incrível a sua frente, viver novas experiências, esses são seus maiores bens.

Engraçado quando penso que reduzi um apartamento de 2 quartos em 1 mala e meia, tenho meu computador, tablet e celular, pois fazem parte do meu trabalho, meus bens são meus livros, minhas roupas eu as doo quando me mudo, e o  próximo guarda roupa se enche de novo, pois assim é o fluxo, doando o que tem você ira sempre receber mais, sorrisos de volta, pessoas de bem, dinheiro, boa educação, viagens, gentileza, experimente.

Olhe ao seu redor e perceba quanto lixo você acumulou, como você se enraizou, talvez seja hora de se livrar disso, não?

Perdido aos 40.

Revisão: Daniele Lopez

Foto capa: Bárbara Maranhão

Comentários

  1. Sábias palavras André!!!!
    Perfeito pra mim!!!rsrs…

    Bjs

  2. Boa noite André!

    Lí suas reflexões e achei bárbaro. Como é bom “viver” no sentido literal da palavra. A pouco tempo ando dando meus pequenos vôos e realmente a vida é maravilhosa e as pessoas também. Acredito muito que o universo conspira quando realmente queremos, achei interessantíssimo um de seus comentários que diz “nascemos para acabar”. É estranho como não percebemos isso. A impressão que a grande maioria tem é que “somos imortais” e nessa impressão ficamos buscando razões nas coisas que não precisam de razão para acontecer. Dormir, acordar, trabalhar, comer será que a vida se resume nisso? Você me provou que não rs… Nos seus comentários você diz que temos que ir. Mas como é difícil “ir” rs… Todos nossos mecanismos de defesa em uma batalha avassaladora se empenham para fazer-nos pensar o contrário e com isso a vida passa e vamos envelhecendo e com isso descobrindo que a vida “poderia ter sido diferente”. Aí vem a pergunta de um milhão de dólares rs… “Qual o sentido da vida e o que estamos fazendo aqui?”.

    Grande abraço amigo e continue sua caminhada!

    1. Author

      Fabio, adorei seu comentário!
      Estou em mudança novamente, se está me acompanhando já percebeu que minha vida é uma sucessão de mudanças radicais, rs mas que me deixam realizando a cada dia mais. Eu já me fiz essa pergunta diversas vezes, então um dia eu desisti de perguntar, resolvi somente aproveitar a vida, viver o hoje, depois percebi que nada é mais importante que esse momento, que o tempo é uma ilusão e que devemos estar presentes no agora, tudo que queremos existe agora, as pessoas que queremos estão presentes no agora, o amanhã é uma agora que ainda não chegou e, se conseguirmos estar realmente acordados, despertos, nesse agora, nossa vida será extremamente bem sucedida.
      Vi que você começou a pensar sobre isso, profundamente, achei isso o máximo, agora eu sugiro que você faça o seguinte, não tente controlar nada, não tente se segurar nas curvas do rio, deixe a correnteza te levar, isso é o flow, e pode apostar que, se você permitir, o universo irá te levar por caminhos que você nem imaginava serem possíveis.
      Grande abraço primo, continue escrevendo que gostei da reflexão.

Leave a Comment